Decidindo sobre carreira

Muitas pessoas ficam perdidas na hora de escolher o que fazer na vida, principalmente por ser o momento de decidir o que fazer do futuro. E quando isso implica com o assunto de carreira é ainda mais difícil. Afinal, descobrir aquilo que combina com você e que gostaria de fazer pelo resto da vida não é nenhum pouco fácil.

O momento que alguém pergunta: “Onde você acha que vai estar daqui há 5 ou 10 anos? Quais são os seus objetivos e planos para o futuro?”. Nesse momento você não consegue responder nada e daria de tudo para não está mais ali. Saiba que se isso já aconteceu com você, pode ficar despreocupada que não foi a única pessoa.

1.    Saiba que não existe só um caminho

Muitas pessoas se formaram em uma determinada profissão, mas decidiram trocar de rumo e são realmente felizes. Por exemplo: um jornalista pode desistir da carreira e se tornar um administrador.

Você pode mudar de decisão com o tempo. Por isso é muito errado quando as pessoas dizem que existe apenas um caminho, na verdade, existem muito mais. Talvez essa seja a graça da vida, decidir pelo o que te faz feliz independente do momento.

2.    É preciso dar um passo de cada vez

Você precisa parar e pensar em todas as coisas que já aconteceram na sua vida. Pare um pouco e pense qual era o seu objetivo final há 3 anos atrás, por exemplo. Será que você mudou de ideia? Será que ficou com medo quando decidiu o que queria para o seu futuro? Se arrepende de alguma atitude da época? Mudaria alguma coisa? Você se sentia uma pessoa sobrecarregada e ansiosa?

Curiosidades:

É bem possível que a sua mente tenha tentado te sabotar e você pensou algo como: “Até parece que vou crescer a minha empresa em 200% ou vou conseguir aprender inglês, afinal, tudo isso faz parte dos meus objetivos. Caso eu não consiga alcançá-los não vou chegar ao sucesso que tanto quero”.

Provavelmente você já teve que lidar com algum tipo de voz na sua cabeça tentando dizer que você não conseguiria chegar ao sucesso. Além disso, ela ainda tenta parar você nos momentos de grandes decisões: “Você sabe que não é capaz de conseguir isso. Com certeza isso aí não é para você”.

Utilizando o “aprender inglês” como exemplo:

Se você se comprometer em ir à aula ao menos 2 vezes na semana e se dedicar em casa também. Será que isso não te deixaria empolgada e com capacidade de aprender inglês sim?

Você precisa dar pequenos passos para conseguir chegar até onde você quer. É normal subestimar esses pequenos passos, mas saiba que ele é fundamental para qualquer situação da sua vida. Você pode pensar que não é nada demais fazer a inscrição naquele cursinho de inglês, mas saiba que esse é o primeiro passo para um resultado de algo incrível na sua vida.

3.    Lembre-se que você está nesse planeta para contribuir

Você precisa entender que possui um dom e uma contribuição apenas sua para este mundo. A escolha da sua carreira não tem a ver apenas com o sucesso que você terá ou com o quanto de dinheiro terá, mas é importante pensar no impacto que o seu trabalho terá na vida de todas as outras pessoas.

Quando você deixa de focar em você mesmo para se preocupar em como servir as outras pessoas em primeiro lugar, é incrível como o dinheiro e o sucesso chega de forma bem mais natural.

Mesmo que você ache um clichê, mas quando deixa de se preocupar com quanto vai ganhar e foca em como vai contribuir para ajudar outras pessoas, o dinheiro começa a aparecer bem mais rápido e você nem percebe.

4.    Você precisa entender que a vida não é uma receita de bolo

A empreendedora americana Marie Forleo é muito bem sucedida. Além de uma personalidade incrível e por ser uma das mulheres que dá vontade ser igualzinha quando for adulta. Em uma entrevista ela disse que o seu negócio demorou bastante tempo para prosperar, hoje ela é uma mulher multimilionária. Ela disse que já sabia que o empreendimento não daria certo logo no início, já que ela precisava de tempo para amadurecer e as pessoas precisavam conhecer mais sobre ela.

Ao invés de desistir e largar tudo para cair de cabeça na empresa dela, ela decidiu trabalhar como garçonete e ir construindo o seu negócio nos momentos de folga e horas vagas. Afinal, ela precisava arcar com suas contas mensais e precisava desse salário. Essa entrevista é muito interessante, já que muitas pessoas acabam criando alguns conceitos em suas cabeças e que nem sempre são verdades.

Por exemplo: Não é porque a sua vizinha passou em um concurso público que vai passar a ganhar 30 mil por mês e que este é o melhor caminho para você também. Não é porque os seus pais acham que a carreira de jornalista traz prestígio e segurança financeira, que esta é a melhor opção para você. Além disso, não é porque você conhece histórias de muita gente que abriu uma empresa e hoje consegue faturar milhões que com você será da mesma forma.

O ideal é que veja a vida como um bolo, ou seja, você vai acrescentando os ingredientes que mais gosta. Você precisa ser uma pessoa seletiva e saber escolher muito bem os seus próprios ingredientes, sem deixar que outras pessoas façam essas escolhas para você.

Agora você já sabe que pode se inspirar em outras histórias, mas que não necessariamente precisa segui-las. Além disso, já sabe que podem existir diversos caminhos para você, basta ter coragem de segui-los. Infelizmente muitas pessoas ficam presas em um caminho que não as fazem felizes, mas por medo preferem continuar.

Você não pode esquecer que a sua vida é resultado apenas das suas ações, e por isso que sair da zona de conforto e se arriscar é essencial para se descobrir e ser feliz. Mesmo pequenas atitudes podem permitir que você chegue mais longe do que um dia imaginou.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of