3 coisas que aprendi ao manter listas semanais

Antes de começar a escrever sobre autoajuda e fazer pesquisas pontuais, o desenvolvimento pessoal não era uma parte concreta da minha vida. Eu tinha certos hábitos que me faziam sentir melhor – escrever, andar pelas ruas à noite, assistir séries e comer chocolate, mas nunca pensei em mim como alguém excessivamente preocupado com o auto aperfeiçoamento.

Mas à medida que me familiarizei com o desenvolvimento pessoal enquanto fazia diversas pesquisas, comecei a realmente apreciar o que isso implicava e, não só para mim, mas também para as pessoas ao meu redor.

Lendo alguns blogs sobre sucesso encontrei o livro “The 52 Lists Project”. É preciso dedicar um pouco de tempo a você por semana durante um ano para preencher uma lista diferente. No final da semana, você realiza uma ação sobre um dos itens – por exemplo, depois de listar suas metas para o ano seguinte, você passa uma semana trabalhando para conseguir uma delas.

Eu escrevo há 3 anos, normalmente escrevo artigos financeiro, sobre conquistar os objetivos e sobre como alcançar o sucesso. Mas, quanto à uma lista repleta de projetos que quero concretizar, isso era totalmente novo para mim.

Eu tenho algumas listas que faço o necessário para mantê-las. E para referência estas são as 4 listas que mantive até agora:

Curiosidades:

  • Liste seus objetivos e sonhos para este ano.
  • Liste os momentos mais felizes da sua vida até agora.
  • Liste como você gostaria que sua vida parecesse em dez anos.
  • Liste seus projetos no seu relacionamento.

Veja a seguir o que aprendi sobre manter listas!

1 – As listas te mantem responsável!

A partir do momento em que escrevi algo, isso significa que eu preciso acreditar, certo? Portanto, as listas que você escrever e manter vão te encorajar a fortalecer o seu caráter. Se você fizer uma lista sobre seus personagens favoritos, por exemplo, você terá que ao final da lista, escolher alguém que tenha um traço de personalidade ou característica que você admira. A partir daí você vai trabalhar nesse traço na semana seguinte.

Eu escolhi Severo Snape, tanto por sua lealdade inquestionável, quanto por sua determinação nos seus objetivos. Eu me considero leal e, isso eu admiro em todos aqueles que verdadeiramente são, mas a minha determinação falha as vezes com a procrastinação ou a valorização em excesso de momentos que poderiam ser melhores se eu me esforçasse mais.

Por isso, me comprometi em canalizar meu Snape interior e fazer uma viagem em meu interior em um dia qualquer. Eu tive tempo para refletir sem sentir necessidade de conversar com outras pessoas ou estar assistindo a uma série ou vídeo.

Além disso, percebi que outros personagens também me inspiram como Rick Grimes que luta pela sua sobrevivência e de todos os que estão sobre sua proteção. Da garra que ele tem para suprir a necessidade dos seus filhos e de todo o grupo e a parte que acredito ser mais difícil, tomar decisões de vida ou morte, decisões de líder.

2 – Aumenta a confiança!

Ao escrever a lista “Momentos mais felizes da sua vida até agora”, eu me percebi sorrindo sem parar. Eu costumo ser extremamente crítico comigo mesma e exagero nas minhas análises, então quando chegou o momento de listas meus momentos felizes, eu tive um breve retrocesso sobre tudo de bom que vivi nesses últimos anos.

Lembrei de coisas incríveis como quando ouvi a risada da minha noiva pela primeira vez, que dizemos eu te amo, do sorriso e do abraço do meu irmão em tantos momentos e lembrei de conquistas e momentos que parecem ser simples, mas são muito importantes. Com isso, eu fui capaz de ignorar todos os estressores da minha vida e sentir como se, na estrutura geral das coisas, minha vida fosse muito boa.

3 – Reduz a ansiedade!

Eu sou muito ansiosa e sinto minha parcela de ansiedade todos os dias. Enquanto faço meu trabalho, escrevo e até mesmo em meio as tarefas do dia-a-dia como organizar minhas coisas e limpar minha casa, no banho minha mente se aprofunda em um buraco profundo cheio de preocupações.

Eu tento amenizar essa ansiedade assistindo séries, fazendo tarefas e até mesmo conversando com minha noiva, mas percebi que a manutenção das listas aliviou a minha ansiedade em um nível maior.

Eu sou muito organizada e não gosto de sentir como se tudo estivesse fora de ordem. Sendo assim, listas escritas me ajudam a controlar a ansiedade porque eu consigo organizar e estruturar os meus pensamentos, por mais bagunçados que eles pareçam estar nos momentos ansiosos.

Eu tenho metas para alcançar nesse ano, mas escrevê-las em uma lista fez com que elas parecessem mais reais e mais alcançáveis. Revejo minhas prioridades toda semana para me lembrar das coisas que quero mudar, como assistir menos séries e não gastar com coisas frívolas, ainda estou trabalhando nisso.

Já te convenci dos méritos da manutenção de listas? Se sim, comece a escrever! Você não vai se arrepender.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of